top of page

Lixo no lixo, um papel coletivo!

Todo mundo aprecia um ambiente limpo, mas colocar isso em prática não é tão fácil!

É frequente presenciar cenas de pessoas jogando lixo na rua, seja em festas municipais e regionais, ou em grandes festivais nacionais e até mesmo cotidianamente enquanto vamos até a feira ou ao mercado. Houve uma normalização em jogar lixo no chão e de entender o espaço público como um espaço de ninguém, quando, na realidade, o espaço público é um espaço de todos.


Chegamos a um ponto de discussão global de sustentabilidade do lixo que produzimos, bem como o destino que esse lixo recebe. Entre lixões, aterros e o próprio mar, que se transformou em um grande depósito de lixo, percebemos que existe uma necessidade em mudar nossas práticas e readequar a forma que enxergamos esses locais para não nos sufocarmos em nossa própria bagunça.


Hoje temos algumas soluções viáveis e bem recebidas no quesito eficiência, a compostagem e a reciclagem são alternativas para o lixo produzido que geram menos impactos ambientais e que resolvem uma parte do nosso problema com espaços físicos disponíveis, mas só isso não resolve todas as questões. Precisamos de abordagens, como a do movimento Lixo Zero, que repensam os meios de produção sob um olhar ecológico e sustentável e enxergam alternativas mais certeiras para eliminar o desperdício de recursos naturais e diminuir a quantidade de lixo produzida no processo.


Se estar em um local limpo é tão bom e tão almejado por nós como coletividade, não deveria ser tão difícil colocar em prática ações pequenas, porém significativas para destinar o lixo para um lugar apropriado e manter a limpeza que esperamos. Somos responsáveis por aquilo que fazemos e por aquilo que deixamos de fazer, e quando se trata de lixo, quanto mais cedo percebermos nosso papel atuante, mais fácil será para limpar essa nossa grande bagunça.


Experimente recolher o lixo de uma praça ou levar uma sacola e ir recolhendo durante uma caminhada, ou participar da coleta de reciclagem do seu bairro, pequenas ações são a porta de entrada para repensar as questões ambientais e imaginar mudanças possíveis e efetivas. Além disso, outras pessoas podem se inspirar com suas atitudes e você deixará o local em melhor condição do que o encontrado.


Que possamos deixar juntos esse tipo de pegada e legado no mundo: o exemplo de ser humano e a transformação de um local para melhor do que estava antes! Depois de ter essa experiência, conte para nós como você ajudou a mudar o mundo, vamos adorar saber e compartilhar por aqui sua experiência!

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page